Pular para o conteúdo

Aula sobre Origem da Vida

07/02/2011
por

A ORIGEM DA VIDA

Parabéns, aspiras!!!

14/12/2009
por

É com muito orgulho que anunciamos que nossos alunos: Ciro Fraga Alegretti foi aprovado na primeira fase do Vestibular da Fuvest para o curso de Engenharia, Amanda Alves Sicca Lopes, foi aprovada na 1° fase do vestibular UFMG para o de Relações Internacionais e Guilherme L de Oliveira, acusa a aprovação em 1° fase em São Carlos (SP) para ocuso de Mecatrônica

Boa Sorte na segunda fase! Estamos torcendo por vocês!!!

É isso aí! Arrebenta com eles, ASPIRAS!!!

 

Aumentar poros das plantas pode reduzir aquecimento global

14/12/2009
por

TÓQUIO (AFP) – Uma equipe de cientistas japoneses anunciou nesta quinta-feira ter descoberto um modo de absorção maior pelas plantas de dióxido de carbono, algo que no futuro pode contribuir para a luta contra o aquecimento global e para aumentar a produção de alimentos.

Quer saber mais? Visite : http://br.noticias.yahoo.com/s/afp/091210/saude/jap__o_clima_aquecimento_ci__ncia

PAS – Locais de Prova

08/12/2009
por

É isso aí galera! Já está chegando a HORA da decisão!!!!

Confiram os locais de prova do PAS no site do Candido Calazans.

Um grande abraço e até breve!!!!

Está concretizada mais uma espetacular parceria do Curso Pré-Vestibular e Pré-PAS Candido Calazans

08/12/2009
por

É com muito satisfação que o Candido Calazans anuncia a mais nova parceria com o Colégio Mackenzie.

Para maiores informações visitar o site oficial do Candido Calazans.

Confira as notas de corte da primeira fase da Fuvest 2010

08/12/2009
por

Confira as notas de corte da primeira fase da Fuvest 2010

Lista de aprovados deve ser divulgada no dia 14/12.
Segunda fase começa a ser aplicada no dia 3 de janeiro.

Por Candido Calazans

A Fuvest divulgou nesta terça-feira (8) as notas de corte da primeira fase do vestibular 2010. No total, foram convocados para a segunda fase 35.588 candidatos. Com os treineiros incluídos, esse número chega a 37.968.

Confira as notas de corte da Fuvest

A lista dos aprovados para a segunda fase será conhecida no dia 14 de dezembro. No total, estão em disputa 10.812 vagas: 10.622 na Universidade de São Paulo, 100 na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e 90 na Academia de Polícia Militar do Barro Branco (30 vagas no quadro feminino e 60 vagas no quadro masculino).

Maiores notas de corte

Carreira 2009

(90 questões)

2010

(90 questões)

421 – Medicina 77* 74
422 – Ciências Médicas – Ribeirão Preto 77* 74
602 – Engenharia Aeronáutica – São Carlos 72 68
210 – Curso Superior do Audiovisual 67 63
235 – Relações Internacionais 66 63
613 – Engenharia na Escola Politécnica e Computação 65 63
605 – Engenharia Civil – São Carlos 61 61
212 – Direito 64 60
224 – Jornalismo 64 60
612 – Engenharia – São Carlos 63 60
211 – Design 61 57
234 – Publicidade e Propaganda 61 57
201 – Arquitetura – FAU 60 56
430 – Psicologia 59 56
611 – Engenharia Química – Lorena 58 56
* No Vestibular passado esses cursos faziam parte da mesma carreira (Medicina e Ciências Médicas).
Notas de corte das carreiras de treineiros
299 – Humanas 49
499 – Biológicas 48
699 – Exatas 51

A prova da primeira fase teve 90 questões de múltipla escolha distribuídas entre português, matemática, história, física, geografia, química, biologia, inglês.

A duração máxima da prova foi de cinco horas, o que deu, em média, pouco mais de três minutos por questão. Os candidatos só puderam deixar as salas de prova a partir das 16h.

Confira o gabarito da primeira fase da Fuvest 2010

Veja a prova V da primeira fase da Fuvest 2010

Uma novidade neste ano é que a nota da primeira fase não será mais considerada na segunda etapa. Com isso, os vestibulandos estarão concorrendo na segunda fase igualmente, sem importar quem fez mais ou menos pontos na primeira.

Também houve mudança na segunda fase: todos os candidatos farão provas de todas as disciplinas. Até então, só eram cobradas provas de matérias específicas de acordo com a carreira. O manual está disponível para consulta no site www.fuvest.br.

Calendário da Fuvest 2010
14/12 (segunda) Divulgação da lista de aprovados na 1ª fase e dos locais de exame da 2ª fase
3/1 (domingo) – das 13h às 17h Início da 2ª fase: prova dissertativa de português, com dez questões, e redação dissertativa
4/1 (segunda) – das 13h às 17h 2ª fase: prova dissertativa (20 questões) de história, geografia, matemática, física, química, biologia e inglês. As questões poderão ser interdisciplinares
5/1 (terça) – das 13h às 17h 2ª fase: prova com 12 questões de duas ou três disciplinas específicas segundo a carreira escolhida

Os vestibulandos podem tirar dúvidas pelo telefone (11) 3093-2300. Mais informações estão no site www.fuvest.br.

Professor Nilo – Gramática CESPE – “Atenção”, as questões serão corrigidas na última aula

08/12/2009
por

Fonologia  – Ortografia/Acentuação gráfica                                                                                   CESPE

1 – (CESPE) Julgue os itens abaixo quanto à grafia das palavras neles empregadas.

I Após ter seu mandato cassado, o prefeito está ancioso para voltar à vida política.

II A polícia revelou, algumas horas depois do ocorrido, a indentidade do incendiário.

III Por proceder mal, o profissional foi considerado, um mau colega.

IV Recentemente, surgiram denúncias de privilégios e malversação dos recursos públicos.

Estão certos apenas os itens:

A I e II.

B I e III.

C II e III.

D II e IV.

E III e IV.

2 – (CESPE) “Pádua era empregado em repartição dependente do Ministério da Guerra. Não ganhava muito, mas a mulher gastava pouco…”

(       ) A palavra “repartição” diz respeito a uma área administrativa especifica do “Ministério da Guerra”. Com esse mesmo sentido, o autor poderia  ter empregado a palavra cessão

3- (CESPE) “Em terceiro lugar, vêm os adúlteros. Só agora eles têm a possibilidade de receber ligações de seu parceiro secreto sem que membros da família, secretárias ou colegas mal intencionados possam interceptar o telefonema.”

(      ) Nas formas verbais “vêm” e “têm”, ambas na linha (01), foi aplicada a mesma regra de acentuação gráfica.

4 – (CESPE) – Sem texto:

(       ) As palavras “plástico”, “sintético”, séculos” recebem acento gráfico com base na mesma regra

5- (CESPE) – Sem texto:

(    ) Os termos “freqüência”, “resistência”, “distensões” e “ósseos” recebem acento gráfico porque seguem a  mesma regra de acentuação.

6- (CESPE) – Sem texto:

(       ) Os vocábulos “minoritário” e  “experiência” seguem a mesma regra de acentuação gráfica.

Morfologia/Morfossintaxe                                                                                                           CESPE

1- (CESPE) “E não está sozinho. “A calvície atinge 50% da população masculina”, diz o dermatologista Ademir Carvalho  Leite Jr. Se tanta companhia não vale como consolo, a vantagem de ter muita gente sofrendo com o problema é que  isso estimula as pesquisas científicas. equipes estudando o uso de células-tronco para tratamento da calvície”, conta Leite Jr. Também já foi descoberto que são oito os pares de genes envolvidos no crescimento dos cabelos, segundo ele, o que abre possibilidades à pesquisa genética.”

(       ) O sentido do verbo “ter” (l.2) equivale semanticamente, no texto, ao sentido da forma verbal ‘Há’ (l.3).

2- (CESPE) “Todos os indivíduos têm o dever de participar da vida social, procurando exercer influência sobre as decisões de interesse comum. Esse dever tem, sobretudo, dois fundamentos: em primeiro lugar, a vida social, necessidade básica dos seres humanos, é uma constante troca de bens e de serviços, não havendo uma só pessoa que não receba alguma coisa de outras; em segundo lugar, se muitos ficarem em atitude passiva, deixando as decisões para outros, um pequeno grupo, mais atuante ou mais audacioso, acabará dominando, sem resistência e limitações.”

(     ) A inserção de que é imediatamente antes da palavra “necessidade” (l.3) alteraria as relações sintáticas do período, mas preservaria a coerência e a correção gramatical do texto.

3-  (CESPE) “Certamente, o hipertexto exige do seu usuário muito mais que a mera decodificação das palavras que flutuam sobre a realidade imediata.”

(        ) Seria mantida a correção gramatical caso o elemento do fosse inserido entre “mais” e “que”, na linha 1

4 – (CESPE) ”O real não é constituído por coisas”.

(        ) Tanto o emprego da preposição “por” (l.1) quanto, em lugar desta o da preposição de atendem às regras gramaticais, mas a preposição usada no texto realça a ideia de passividade na oração.

5 – (CESPE) ”O real não é constituído por coisas. Nossa experiência direta e imediata da realidade leva-nos a imaginar que o real é feito de coisas (sejam elas naturais ou humanas)…”

(        ) Preservam-se as relações de coerência e a correção gramatical do texto ao se inserir a preposição de logo depois da forma verbal “imaginar” (l.1), escrevendo-se: (…) imaginar de que o real (…).

6 – (CESPE) “…uma liberdade de escolha com que ele não contava em experiências anteriores de uso do álcool como combustível automotivo.”

(        ) A substituição de “com que” (l.1) por com a qual prejudica a correção gramatical do período.

7 – (CESPE) “A PETROBRAS tem presença relevante na sociedade argentina por meio de ações de responsabilidade social e ambiental, como o patrocínio e apoio a projetos sociais, culturais e esportivos. São algumas dessas ações: planos de ação nas comunidades, cujo objetivo é o trabalho conjunto da empresa com comunidades para o desenvolvimento de ações locais integradas; campanhas beneficentes; patrocínio do time do River Plate, entre outras.”Internet: <www.petrobras.com>.

(        ) A substituição de “cujo” por o qual mantém a correção gramatical do período.

8 – (CESPE) “E ela veio na quarta-feira 10, no palco do Teatro Plácido de Castro, em Rio Branco, na forma de uma portaria assinada pelo ministro da Justiça, Tarso Genro. Antes, porém, realizou-se uma sessão de julgamento da Comissão de Anistia, cujo resultado foi o reconhecimento, por unanimidade, da perseguição política sofrida por Chico Mendes no início dos anos 80 do século passado. A viúva do líder seringueiro, Izalmar Gadelha Mendes, vai receber uma pensão vitalícia de 3 mil reais mensais, além de indenização de 337,8 mil reais.”

(        ) Na linha 3, o vocábulo “cujo” estabelece relação sintáticosemântica entre os termos “resultado” e “Comissão de Anistia”.

9 – (CESPE) “Nessa época, já era um dos melhores nadadores dos EUA em sua faixa de idade. Seu técnico, Bob Bowman, previu que ele bateria recordes mundiais dali a 12 anos, nos Jogos Olímpicos de 2008.”

(        ) Em lugar da expressão “dali a 12 anos” (l.2), estaria igualmente correta a grafia dali há 12 anos.

10 – (CESPE) O Brasil não dispunha de uma lei que regulamentasse claramente os direitos e deveres das empresas, das escolas e dos estagiários.

(        ) Em “O Brasil não dispunha” (R.13), o verbo dispor está no presente.

CESPE                                                                                                                                     Período Simples

1 – (CESPE) “ O “caso Pedrinho” (o garoto seqüestrado de uma família de classe média, em uma maternidade em Brasília), por exemplo, poderia ter passado despercebido por todos.”

(        ) O  termo “Pedrinho” é o sujeito sintático de “poderia ter passado despercebido por todos.”

2 – (CESPE) “ Para alcançarmos o desenvolvimento sustentável é necessário o fortalecimento do capital social do país. É esse capital que ajuda a manter a coesão social, o que leva a uma sociedade mais aberta e democrática. Reflete também o grau de confiança existente entre os diversos atores sociais que formam as comunidades e a sua capacidade de estabelecer relações de cooperação e associação em torno dos interesses comuns…”

(        ) A forma verbal “Reflete” tem como sujeito elíptico “esse capital”.

3– (CESPE) “ Tenho uma pequena força, o suficiente para garantir o pão nosso de cada dia, e mesmo alguma manteiga, o que não é pouco, neste país em que muita gente morre de fome”

(       ) A expressão “ pequena força” é o sujeito de “o que não é pouco”.

4– (CESPE – TCE/AC/2006-M) “Quando os cientistas políticos ensinam que, nas democracias modernas, pode travar, aludem a uma forma de pacto social ou controle tácito que permite a governabilidade.”

(       ) A forma verbal “aludem” concorda com o sujeito da oração: “democracias modernas”.

(       ) A palavra “que”, nas duas ocorrências em que aparece no trecho, exerce a função sintática de sujeito.

4 -  (CESPE)“ A paixão futebolística apresenta características particulares. É quase sempre eterna e não é necessariamente sustentada por convenções sociais, mas por dependência a uma relação de apego, de proximidade, necessidade que une os amantes esportivos. Renegar ou esconder as nossas preferências esportivas são condutas aceitáveis, mas conviver com repentes agressivos que violam qualquer tipo de acordo social, não, pois são ações animalescas, que deveriam sofrer severa punição.

(        ) Os termos “sociais” e “ severa” exercem a mesma função sintática.

5 – (CESPE) Muitos pais querem saber que atitudes tomar quando o filho se desentende com amigos ou colegas, quando chega em casa com marcas de briga, quando tem o costume de dirigir palavrões aos outros etc. Nesses casos, vale mais desvalorizar o fato do que procurar saber quem tinha razão. Se houve briga, foi porque todos participaram, portanto ninguém pode estar certo. Se nos dedicarmos a ensinar aos mais novos, em família e na escola, que, para conviver, é preciso ter consideração com o outro, relevar e fazer concessões, eles aprenderão melhor a controlar seus impulsos em favor do equilíbrio da vida em grupo. Rosely Sayão. Brigas e desentendimentos.

(       ) Na linha 4, a conjunção “portanto” atribui à oração “ninguém pode estar certo” o sentido de causa.

(      ) Na linha 5 a expressão “em família e na escola”, juntamente com as vírgulas que a intercalam, poderia ser transposta, sem prejuízo da correção gramatical e sem alteração do sentido original, para as seguintes posições dentro do período: ou imediatamente após a palavra “dedicarmos”, ou imediatamente após a palavra “ensinar”.

6 – (CESPE) – Sem texto:

(        ) Na oração “Há vinte meses que o Decreto foi revogado”, a forma verbal “Há” poderia ser corretamente substituída por Faziam.

(        ) Na oração “Segue anexa a nota editorial”, foi atendida regra de concordância nominal, visto que o adjetivo “anexa” está no feminino para concordar com a expressão no feminino “a nota editorial”, que exerce a função de sujeito da oração.

7 –(CESPE) “Partes diferentes de seu cérebro processaram à sua maneira a informação visual captada pelos olhos. Uma delas, o lobo temporal, registrou aquela luz pálida emanada de um disco que parecia flutuar

no espaço como uma experiência sublime, inexplicável, superior, poderosa, acachapante, religiosa.”

a) (       ) No trecho “Uma delas, o lobo temporal, registrou aquela luz pálida” , a expressão “lobo temporal” exerce a função sintática de vocativo.

Concordância verbal e nominal                                                                                                   CESPE

1 – (CESPE – SERPRO/2008) “Todos os Estados promoverão a cooperação internacional com o objetivo de garantir que os resultados do progresso científico e tecnológico sejam usados para o fortalecimento da paz e da segurança internacionais, a liberdade e a independência, assim como para atingir o desenvolvimento econômico e social dos povos e tornar efetivos os direitos e liberdades humanas de acordo com a Carta das Nações Unidas.”

(        ) Na linha 3, justifica-se a flexão de plural em “internacionais” pela concordância desse adjetivo tanto com “paz” quanto com “segurança”; se a flexão fosse de singular, as regras gramaticais seriam atendidas, mas a clareza do documento seria prejudicada.

2 – (CESPE-SEPLAG-Professor-2008) “VII Dialogar sobre dificuldades (investigação) apresentadas”

(        ) Em VII, o substantivo entre parênteses, por estar ligado, pelo sentido, à palavra “dificuldades”, deveria ter sido flexionado no plural, para que fosse estabelecida a concordância nominal no trecho.

(adaptação)

3 – (CESPE-PETROBRÁS)A linha de lubrificantes Lubrax possui reconhecimento no mercado por sua alta qualidade e tecnologia. Começou a ser exportada para o mercado argentino em 1996. Em 2002,passou a ser produzida na fábrica de Avellaneda, região metropolitana de Buenos Aires. Internet: <www.petrobras.com> (com adaptações).

Com relação ao fragmento de texto acima, julgue os itens.

(        )  A forma verbal “Começou” está no singular porque concorda com “A linha” .

(        ) As palavras “exportada” e “produzida”estão no gênero feminino porque concordam com “A linha”.

4 – (CESPE – CECAD/TO/2008) “De acordo com a presidente do sindicato, Lucicleide do Espírito Santo Moraes, apesar de desenvolver atividades essenciais nas áreas civil e criminal, o papiloscopista  não é um profissional reconhecido pela população.”

(        ) Haveria erro de concordância nominal caso se substituísse a expressão “nas áreas civil e criminal”  por na área civil e na criminal.

5 – (CESPE – SEPRAG/2008-S) Os adolescentes têm demonstrado muito interesse pela leitura de textos literários e isso tem influído no seu comportamento: estão menos agressivos, mais calmos e concentrados.

(        ) Na linha 2, a forma verbal “tem” está no singular porque concorda com o pronome demonstrativo “isso”.

(        )  A forma verbal “têm” (l.1) está no plural porque concorda com “textos literários” (l.1)

6 – (CESPE – SEPLAG/SEDS/MG/2008)  “O convênio define, ainda, que as condutas de advogados dentro dos presídios consideradas irregulares serão comunicadas à presidência da OAB/MG.”

(        ) A forma verbal “serão” (l.2) está no plural porque concorda com “condutas de advogados dentro dos presídios consideradas irregulares” (l.2).

7 – (CESPE – HEMOBRAS-2008) “Hoje, trata-se de um trabalho público, coletivo, realizado em locais oficialmente reconhecidos como produtores de ciência — as instituições científicas.

(        ) A flexão de singular em “trata-se” (l.1) deve-se à concordância com “trabalho público”.

8 – (CESPE – MPOG/2008-S) “Não é o tamanho, em termos de número de habitantes ou da área espacial ocupada,que conta; conta sua funcionalidade em termos das manipulações financeiras, que caracterizam a era da  globalização.”

(        ) A presença da conjunção “ou”, na linha 1, permite que a concordância do verbo contar, na primeira ocorrência na linha 11, seja feita no singular — “conta” — ou no plural — contam.

Regência                                                                                                                                           CESPE

1 – (CESPE –ABIN/OF/2008-S) “…assim que nossas crianças começam a falar, ensinamo-lhes seu nome, o nome de sues pais e sua idade.”

(       ) A substituição de “ensinamo-lhes” por  ensinamos a elas preservaria a correção gramatical do texto quanto as relações semânticas expressas no trecho em questão.

2 – (CESPE –ABIN AG./2008-M) “ A análise dos assuntos relativos ao Oriente Médio pelos órgãos de inteligência faz parte do esforço em acompanhar o fenômeno do terrorismo internacional.”

(       ) Se a preposição “em” for substituída pela preposição para, prejudicaria a correção gramatical do período.

3 – (CESPE –ABIN AG./2008-M) “ A diretora geral  da OPAS, com sede em Washington – EUA, Mirta Roses Periago, elogiou a iniciativa de estados e municípios brasileiros de levar a vacina contra a rubéola aos locais de maior fluxo de pessoas, especialmente homens, como forma de garantir a maior cobertura vacinal possível.”

(        ) Na linha 3, o emprego de preposição em “aos locais”, justifica-se pela regência de “vacina.

4 – (CESPE – STF-S) “Em virtude disso, dessa discussão sobre a filosofia e o social surgem dois momentos importantes…”

(        ) O emprego de “em virtude disso” mostra que, imediatamente antes do termo “o social” está subtendida a preposição de, que, se fosse explicitada, teria de ser empregada sob a forma do.

Crase                                                                                                                                               CESPE

1 – (CESPE – ANATEL) “Tendo necessidade de viver com os semelhantes, cada indivíduo deve ter assegurado o seu direito de influir no estabelecimento das regras de convivência. Dalmo de Abreu Dallari. O que é participação política, p. 33-8 (com adaptações).

(       ) Preservam-se a correção gramatical e a coerência do texto ao se usar direito à influir em lugar de “direito de influir” (l.2).

2 – (CESPE – ANATEL) “Isto porque a satisfação das primeiras necessidades, a própria ação de satisfazê-las e a conquista dos instrumentos necessários para tanto conduzem a novas necessidades, cuja satisfação eles terão de buscar.”

(       ) Preservam-se a correção gramatical do texto e as relações entre os argumentos ao se inserir o sinal indicativo de crase em “a novas” (l.2), escrevendo-se à novas.

3 – (CESPE – AUGE/MG) “Nas interrelações pessoais, é inconteste que cada um dá sua própria versão dos fatos e da vida, segundo suas particulares experiências e com base na formação  que tenha acumulado ao longo de sua existência. Cada indivíduo, assim, é um ser único, que vislumbra as ocorrências à sua volta e dá tratamento específico às  informações e ao conhecimento que tenha condições de absorver.”

(       ) O uso do sinal indicativo de crase em “à sua volta” (l.4) e “às informações” (l.4) indica que tais expressões são dois complementos do predicado iniciado pelo verbo vislumbrar.

4 – (CESPE –ABIN/OF/2008-S)“…assistimos à dissolução dos discursos homogeneizantes e totalizantes da ciência e da cultura”

(        ) O emprego do sinal indicativo de crase em “à dissolução” deve-se à dupla possibilidade de relações sintático-semânticas para o verbo assistir.

5 – (CESPE –ABIN,/AG./2008-M) “,Isso se deve à sua própria lógica de disseminação transnacional que busca continuamente novas áreas de atuação e, também, às vantagens específicas que cada país pode oferecer a membros de organizações extremistas.”

(       ) Em “ `as vantagens”, o sinal indicativo de crase justifica-se pela regência de “deve” e pela presença de artigo definido feminino plural.

PAS  –  PRIMEIRA ETAPA – 2008

Texto para os itens 1,2

Como acontece em todos os climas, aqui também não faltam influências desfavoráveis, que prejudicam as plantações. Às vezes, vê-se o mais promissor laranjal morrer, atacado pelas formigas ruivas, que lhe corroem a casca, ou paquinhas que roem as raízes. As roças novas  de mandioca e os canaviais são, de quando em quando,  invadidos por semelhantes inimigos em números incríveis, desfolhados e destruídos, ou lhes são comidas as raízes pelas vespas, que moram na terra. Também, se acontece amadurecer bem a colheita, tem o fazendeiro que compartilhá-la com muitos intrusos. Bandos de macacos, papagaios e outras aves caem em cima das roças. Spix e Martius. Viagem pelo Brasil, vol.1 (com adaptações).

1)      Considerando a organização das idéias e aspectos lingüísticos do texto acima, julgue os itens 01 e 02.

a)      (        ) A flexão de masculino plural em “invadidos” (R.7) está de acordo com as regras gramaticais de concordância, estabelecida, na oração, com “As roças novas de mandioca e os canaviais” (R.5-6).

b)      (        ) A relação de sentido que o trecho “se acontece amadurecer bem a colheita” (R.10) estabelece com a oração que o segue é de condição, por isso, ao substituí-lo por  caso aconteça amadurecer bem a colheita, ficam preservadas a correção gramatical e a coerência textual.

2)      A respeito das relações de coesão entre trechos do texto, assinale a opção incorreta.

a)(      ) A  O pronome átono “lhe” (R.4) refere-se a “o mais promissor laranjal” (R.3).

b)(      ) A expressão “semelhantes inimigos” (R.7) refere-se a “vespas” (R.9).

c)(      ) O pronome átono, em “compartilhá-la” (R.11), refere-se a “colheita” (R.10).

d)(      ) O termo “intrusos” (R.11) inclui “macacos, papagaios e outras aves” (R.12).

PAS – PRIMEIRA ETAPA – 2007

3)      Com relação ao tema do quadrinho acima, julgue os itens a seguir.

a (       ) Infere-se da última fala do quadrinho que os insetos não lucrariam com a extinção da espécie humana.

b)(      ) Na última fala, um dos insetos expressa uma opinião e apresenta um problema por meio de indagação que dispensa resposta.

c)(       ) Com relação ao papel desempenhado por insetos e seres humanos no contexto representado no quadrinho, verifica-se que seus nichos ecológicos são semelhantes, ainda que esses organismos vivam em habitat diferentes.

d) (      ) Entre as possíveis soluções para a disposição de resíduos sólidos em áreas urbanas, a ilustrada no quadrinho é a que oferece maior grau de proteção para a integridade do solo e dos lençóis freáticos.  Caros Amigos, jul./2007.

4 – Na primeira fala do quadrinho, a supressão do termo “OS SÁBIOS” resultaria em estrutura sintática de

a)(      ) A sujeito oculto e em maior força argumentativa na fala da personagem.

b)(      ) oração sem sujeito e, conseqüentemente, na incoerência da frase.

c)(      ) sujeito indeterminado e na redução da força argumentativa da fala.

d) (      ) sujeito simples não-explícito e na falta de coesão da sentença.

5 – Com relação ao texto acima e ao tema nele abordado, julgue os itens seguintes.

1) (texto) À primeira vista, a vida na casa verde não parece tão complicada quanto se possa imaginar. Tudo funciona  sem renúncia às coisas boas do progresso. Lá tem televisão, DVD, geladeira, Internet, máquina de lavar roupa e água quente no chuveiro. Mas a energia e o aquecimento são solares.

a)(       ) No texto, é exemplo de coloquialismo o trecho “Lá tem televisão, DVD” (R. 22-23), que, na modalidade padrão da língua, equivale a: Nela, há televisão, DVD.

2)(texto)  Você acha possível viver sem produzir lixo algum? Pois existe uma família que vive assim. Essa família habita a casa mais verde do Brasil. A construção, projetada com materiais de demolição e recursos locais, esconde-se no meio de uma mata, cravada bem no alto do morro, com uma bela vista para a Praia da Fortaleza, em Ubatuba – SP.

b)(       ) Na expressão “a casa mais verde do Brasil” (R. 3), o adjetivo “verde” admite, no contexto, interpretação tanto denotativa quanto conotativa.

Fonologia  – Ortografia/Acentuação gráfica                                                                                   CESPE

1 – (CESPE) Julgue os itens abaixo quanto à grafia das palavras neles empregadas.

I Após ter seu mandato cassado, o prefeito está ancioso para voltar à vida política.

II A polícia revelou, algumas horas depois do ocorrido, a indentidade do incendiário.

III Por proceder mal, o profissional foi considerado, um mau colega.

IV Recentemente, surgiram denúncias de privilégios e malversação dos recursos públicos.

Estão certos apenas os itens:

A I e II.

B I e III.

C II e III.

D II e IV.

E III e IV.

2 – (CESPE) “Pádua era empregado em repartição dependente do Ministério da Guerra. Não ganhava muito, mas a mulher gastava pouco…”

(       ) A palavra “repartição” diz respeito a uma área administrativa especifica do “Ministério da Guerra”. Com esse mesmo sentido, o autor poderia  ter empregado a palavra cessão

3- (CESPE) “Em terceiro lugar, vêm os adúlteros. Só agora eles têm a possibilidade de receber ligações de seu parceiro secreto sem que membros da família, secretárias ou colegas mal intencionados possam interceptar o telefonema.”

(      ) Nas formas verbais “vêm” e “têm”, ambas na linha (01), foi aplicada a mesma regra de acentuação gráfica.

Morfologia/Morfossintaxe                                                                                                           CESPE

1- (CESPE) “E não está sozinho. “A calvície atinge 50% da população masculina”, diz o dermatologista Ademir Carvalho  Leite Jr. Se tanta companhia não vale como consolo, a vantagem de ter muita gente sofrendo com o problema é que  isso estimula as pesquisas científicas. equipes estudando o uso de células-tronco para tratamento da calvície”, conta Leite Jr. Também já foi descoberto que são oito os pares de genes envolvidos no crescimento dos cabelos, segundo ele, o que abre possibilidades à pesquisa genética.”

(       ) O sentido do verbo “ter” (l.2) equivale semanticamente, no texto, ao sentido da forma verbal ‘Há’ (l.3).

2- (CESPE) “Todos os indivíduos têm o dever de participar da vida social, procurando exercer influência sobre as decisões de interesse comum. Esse dever tem, sobretudo, dois fundamentos: em primeiro lugar, a vida social, necessidade básica dos seres humanos, é uma constante troca de bens e de serviços, não havendo uma só pessoa que não receba alguma coisa de outras; em segundo lugar, se muitos ficarem em atitude passiva, deixando as decisões para outros, um pequeno grupo, mais atuante ou mais audacioso, acabará dominando, sem resistência e limitações.”

(     ) A inserção de que é imediatamente antes da palavra “necessidade” (l.3) alteraria as relações sintáticas do período, mas preservaria a coerência e a correção gramatical do texto.

3-  (CESPE) “Certamente, o hipertexto exige do seu usuário muito mais que a mera decodificação das palavras que flutuam sobre a realidade imediata.”

(         ) Seria mantida a correção gramatical caso o elemento do fosse inserido entre “mais” e “que”, na linha 1

4 – (CESPE) ”O real não é constituído por coisas”.

(        ) Tanto o emprego da preposição “por” (l.1) quanto, em lugar desta o da preposição de atendem às regras gramaticais, mas a preposição usada no texto realça a ideia de passividade na oração.

5 – (CESPE) ”O real não é constituído por coisas. Nossa experiência direta e imediata da realidade leva-nos a imaginar que o real é feito de coisas (sejam elas naturais ou humanas)…”

(        ) Preservam-se as relações de coerência e a correção gramatical do texto ao se inserir a preposição de logo depois da forma verbal “imaginar” (l.1), escrevendo-se: (…) imaginar de que o real (…).

6 – (CESPE) “…uma liberdade de escolha com que ele não contava em experiências anteriores de uso do álcool como combustível automotivo.”

(        ) A substituição de “com que” (l.1) por com a qual prejudica a correção gramatical do período.

7 – (CESPE) “A PETROBRAS tem presença relevante na sociedade argentina por meio de ações de responsabilidade social e ambiental, como o patrocínio e apoio a projetos sociais, culturais e esportivos. São algumas dessas ações: planos de ação nas comunidades, cujo objetivo é o trabalho conjunto da empresa com comunidades para o desenvolvimento de ações locais integradas; campanhas beneficentes; patrocínio do time do River Plate, entre outras.”Internet: <www.petrobras.com>.

(        ) A substituição de “cujo” por o qual mantém a correção gramatical do período.

8 – (CESPE) “E ela veio na quarta-feira 10, no palco do Teatro Plácido de Castro, em Rio Branco, na forma de uma portaria assinada pelo ministro da Justiça, Tarso Genro. Antes, porém, realizou-se uma sessão de julgamento da Comissão de Anistia, cujo resultado foi o reconhecimento, por unanimidade, da perseguição política sofrida por Chico Mendes no início dos anos 80 do século passado. A viúva do líder seringueiro, Izalmar Gadelha Mendes, vai receber uma pensão vitalícia de 3 mil reais mensais, além de indenização de 337,8 mil reais.”

(        ) Na linha 3, o vocábulo “cujo” estabelece relação sintáticosemântica entre os termos “resultado” e “Comissão de Anistia”.

9 – (CESPE) “Nessa época, já era um dos melhores nadadores dos EUA em sua faixa de idade. Seu técnico, Bob Bowman, previu que ele bateria recordes mundiais dali a 12 anos, nos Jogos Olímpicos de 2008.”

(        ) Em lugar da expressão “dali a 12 anos” (l.2), estaria igualmente correta a grafia dali há 12 anos.

10 – (CESPE) O Brasil não dispunha de uma lei que regulamentasse claramente os direitos e deveres das empresas, das escolas e dos estagiários.

(       ) Em “O Brasil não dispunha” (R.13), o verbo dispor está no presente.

CESPE                                                                                                                                          Período Composto

1 – (CESPE) “ Quando a dor chega, é hora de parar. O repouso é fundamental, mas em casos mais graves pode haver necessidade de imobilização e fisioterapia.”

(        ) O trecho “mas (…) fisioterapia” denota ideia de conclusão relativa à oração anterior.

2 – (CESPE) “Milhares de pessoas, no entanto, são induzidas a pensar que fazer uma lipoaspiração é tão simples quanto ir ao cabeleireiro…”

(      ) No treco “Milhares de pessoas, no entanto, são induzidas a pensar (…) ao cabeleireiro” o conector “no entanto” poderia ser substituído pela expressão por conseguinte, sem prejuízo do sentido e da correção gramatical do período.

3 – (CESPE) Lévi Strauss havia defendido a tese de que o espaço urbano revela as estruturas lógicas latentes de um povo. Haveria, pois, uma razão inscrita no modo de dispor as casas de uma aldeia ou de uma cidade.

(       ) No segundo período, o conector “pois” equivale a portanto.

4 – (CESPE) Lévi Strauss havia defendido a tese de que o espaço urbano revela as estruturas lógicas latentes de um povo. Haveria, pois, uma razão inscrita no modo de dispor as casas de uma aldeia ou de uma cidade. Essa razão não é conscientizada pelos habitantes da aldeia, mas pode ser descoberta pelo cientista social que se ocupa do estudo da cultura específica e de suas formas de organização social e espacial”

(        ) Verifica-se a relação de oposição entre as duas primeiras orações que compõem o terceiro período.

5 – (CESPE) “Da última vez que visitei minha mãe, conversei com ela naturalmente, sem nenhum esforço, pela primeira vez em muitos anos. Minha alma perdoou, resolveu o assunto. Começo a achar ser este o processo ideal e maravilhoso que procuro para comer menos.

(        ) No trecho “Minha alma perdoou, resolveu o assunto”, a vírgula foi empregada para separar orações coordenadas.

6 – (CESPE) “Jamais houve tanta liberdade e o crescimento das democracias foi extraordinário.  Entre elas já não há guerras. Nos conflitos recentes, pelo menos um lado é ditatorial. Antes da Revolução Industrial, um operário só possuía a roupa do corpo. Sua maior riqueza eram os pregos de  sua casa. Educação, cultura e lazer chegaram também aos pobres.”

(       ) As relações entre os argumentos do texto mostram que a oração iniciada por “Nos conflitos” (l.2) fornece uma justificativa, uma razão para o que se afirma na oração anterior; por isso, seria correto e coerente ligá-las em um só período pela conjunção pois, do seguinte modo: Entre elas já não há guerras, pois, nos conflitos recentes, pelo menos um lado é ditatorial.

7 – (CESPE) “Fala-se muito, hoje em dia, sobre ética. Ética na política, ética no esporte, ética nas profissões, ética nas relações sociais. Fala-se tanto, a ponto de se banalizarem seus conceitos…”

(     ) Em “Fala-se tanto, a ponto de se banalizarem seus conceitos”, há duas orações ligadas pelo processo de subordinação.

8 – (CESPE) “ O aumento da cooperação com órgãos internacionais de salvaguarda se evidenciou no número de relatores especiais das Nações Unidas que realizaram visitas ao Brasil nos últimos anos.”

(       ) Após a expressão “Nações Unidas”, há uma oração de natureza restritiva.

9- (CESPE)Para aumentar o volume de doações e transplantes de órgãos no país, o ministro da Saúde lançou a Campanha Nacional de Incentivo à Doação de Órgãos. “Tempo é Vida” é o bordão da campanha, que expressa o apelo daqueles que estão à espera de um transplante. O tempo é a questão mais preciosa do ponto de vista de quem espera por um órgão.”

(       ) A primeira oração do texto estabelece com a segunda uma relação de tempo.

( ) A vírgula logo após “campanha” (l.3) é empregada para isolar a oração subordinada adjetiva explicativa subseqüente.

10 – (CESPE)De acordo com a diretora-geral da OPAS, a estratégia diferenciada adotada pelo Brasil deve servir como modelo para diversas nações do mundo que ainda não fizeram campanha contra rubéola voltada para adolescentes e adultos, tais como a Rússia, a Índia e a China.”

(       ) No trecho “que ainda não fizeram campanha”, o conectivo “que” não está antecedido por vírgula porque introduz oração subordinada adjetiva restritiva.

11 – (CESPE) “ A boa nova é que a ciência está se movendo para tornar, de fato, a lipoaspiração um método tão invasivo quanto cortar cabelo…”

(      ) A preposição “para” pode ser substituída por a fim de, sem que haja prejuízo sintático-semântico ao trecho.

Concordância verbal e nominal                                                                                                   CESPE

1 – (CESPE – SERPRO/2008) “Todos os Estados promoverão a cooperação internacional com o objetivo de garantir que os resultados do progresso científico e tecnológico sejam usados para o fortalecimento da paz e da segurança internacionais, a liberdade e a independência, assim como para atingir o desenvolvimento econômico e social dos povos e tornar efetivos os direitos e liberdades humanas de acordo com a Carta das Nações Unidas.”

(        ) Na linha 3, justifica-se a flexão de plural em “internacionais” pela concordância desse adjetivo tanto com “paz” quanto com “segurança”; se a flexão fosse de singular, as regras gramaticais seriam atendidas, mas a clareza do documento seria prejudicada.

2 – (CESPE-SEPLAG-Professor-2008) “VII Dialogar sobre dificuldades (investigação) apresentadas”

(        ) Em VII, o substantivo entre parênteses, por estar ligado, pelo sentido, à palavra “dificuldades”, deveria ter sido flexionado no plural, para que fosse estabelecida a concordância nominal no trecho.

(adaptação)

3 – (CESPE-PETROBRÁS)A linha de lubrificantes Lubrax possui reconhecimento no mercado por sua alta qualidade e tecnologia. Começou a ser exportada para o mercado argentino em 1996. Em 2002,passou a ser produzida na fábrica de Avellaneda, região metropolitana de Buenos Aires. Internet: <www.petrobras.com> (com adaptações).

Com relação ao fragmento de texto acima, julgue os itens.

(        )  A forma verbal “Começou” está no singular porque concorda com “A linha” .

(       ) As palavras “exportada” e “produzida”estão no gênero feminino porque concordam com “A linha”.

4 – (CESPE – CECAD/TO/2008) “De acordo com a presidente do sindicato, Lucicleide do Espírito Santo Moraes, apesar de desenvolver atividades essenciais nas áreas civil e criminal, o papiloscopista  não é um profissional reconhecido pela população.”

(        ) Haveria erro de concordância nominal caso se substituísse a expressão “nas áreas civil e criminal”  por na área civil e na criminal.

5 – (CESPE – SEPRAG/2008-S) Os adolescentes têm demonstrado muito interesse pela leitura de textos literários e isso tem influído no seu comportamento: estão menos agressivos, mais calmos e concentrados.

(        ) Na linha 2, a forma verbal “tem” está no singular porque concorda com o pronome demonstrativo “isso”.

(        )  A forma verbal “têm” (l.1) está no plural porque concorda com “textos literários” (l.1)

6 – (CESPE – SEPLAG/SEDS/MG/2008)  “O convênio define, ainda, que as condutas de advogados dentro dos presídios consideradas irregulares serão comunicadas à presidência da OAB/MG.”

(       ) A forma verbal “serão” (l.2) está no plural porque concorda com “condutas de advogados dentro dos presídios consideradas irregulares” (l.2).

7 – (CESPE – HEMOBRAS-2008) “Hoje, trata-se de um trabalho público, coletivo, realizado em locais oficialmente reconhecidos como produtores de ciência — as instituições científicas.

(        ) A flexão de singular em “trata-se” (l.1) deve-se à concordância com “trabalho público”.

8 – (CESPE – MPOG/2008-S) “Não é o tamanho, em termos de número de habitantes ou da área espacial ocupada,que conta; conta sua funcionalidade em termos das manipulações financeiras, que caracterizam a era da  globalização.”

(        ) A presença da conjunção “ou”, na linha 1, permite que a concordância do verbo contar, na primeira ocorrência na linha 11, seja feita no singular — “conta” — ou no plural — contam.

Regência                                                                                                                                           CESPE

1 – (CESPE –ABIN/OF/2008-S) “…assim que nossas crianças começam a falar, ensinamo-lhes seu nome, o nome de sues pais e sua idade.”

(       ) A substituição de “ensinamo-lhes” por  ensinamos a elas preservaria a correção gramatical do texto quanto as relações semânticas expressas no trecho em questão.

2 – (CESPE –ABIN AG./2008-M) “ A análise dos assuntos relativos ao Oriente Médio pelos órgãos de inteligência faz parte do esforço em acompanhar o fenômeno do terrorismo internacional.”

(        ) Se a preposição “em” for substituída pela preposição para, prejudicaria a correção gramatical do período.

3 – (CESPE –ABIN AG./2008-M) “ A diretora geral  da OPAS, com sede em Washington – EUA, Mirta Roses Periago, elogiou a iniciativa de estados e municípios brasileiros de levar a vacina contra a rubéola aos locais de maior fluxo de pessoas, especialmente homens, como forma de garantir a maior cobertura vacinal possível.”

(        ) Na linha 3, o emprego de preposição em “aos locais”, justifica-se pela regência de “vacina.

4 – (CESPE – STF-S) “Em virtude disso, dessa discussão sobre a filosofia e o social surgem dois momentos importantes…”

(        ) O emprego de “em virtude disso” mostra que, imediatamente antes do termo “o social” está subtendida a preposição de, que, se fosse explicitada, teria de ser empregada sob a forma do.

Crase                                                                                                                                               CESPE

1 – (CESPE – ANATEL) “Tendo necessidade de viver com os semelhantes, cada indivíduo deve ter assegurado o seu direito de influir no estabelecimento das regras de convivência. Dalmo de Abreu Dallari. O que é participação política, p. 33-8 (com adaptações).

(       ) Preservam-se a correção gramatical e a coerência do texto ao se usar direito à influir em lugar de “direito de influir” (l.2).

2 – (CESPE – ANATEL) “Isto porque a satisfação das primeiras necessidades, a própria ação de satisfazê-las e a conquista dos instrumentos necessários para tanto conduzem a novas necessidades, cuja satisfação eles terão de buscar.”

(        ) Preservam-se a correção gramatical do texto e as relações entre os argumentos ao se inserir o sinal indicativo de crase em “a novas” (l.2), escrevendo-se à novas.

3 – (CESPE – AUGE/MG) “Nas interrelações pessoais, é inconteste que cada um dá sua própria versão dos fatos e da vida, segundo suas particulares experiências e com base na formação  que tenha acumulado ao longo de sua existência. Cada indivíduo, assim, é um ser único, que vislumbra as ocorrências à sua volta e dá tratamento específico às  informações e ao conhecimento que tenha condições de absorver.”

(        ) O uso do sinal indicativo de crase em “à sua volta” (l.4) e “às informações” (l.4) indica que tais expressões são dois complementos do predicado iniciado pelo verbo vislumbrar.

4 – (CESPE –ABIN/OF/2008-S)“…assistimos à dissolução dos discursos homogeneizantes e totalizantes da ciência e da cultura”

(        ) O emprego do sinal indicativo de crase em “à dissolução” deve-se à dupla possibilidade de relações sintático-semânticas para o verbo assistir.

5 – (CESPE –ABIN,/AG./2008-M) “,Isso se deve à sua própria lógica de disseminação transnacional que busca continuamente novas áreas de atuação e, também, às vantagens específicas que cada país pode oferecer a membros de organizações extremistas.”

(       ) Em “ `as vantagens”, o sinal indicativo de crase justifica-se pela regência de “deve” e pela presença de artigo definido feminino plural.

PAS  –  PRIMEIRA ETAPA – 2008

Texto para os itens 1,2

Como acontece em todos os climas, aqui também não faltam influências desfavoráveis, que prejudicam as plantações. Às vezes, vê-se o mais promissor laranjal morrer, atacado pelas formigas ruivas, que lhe corroem a casca, ou paquinhas que roem as raízes. As roças novas  de mandioca e os canaviais são, de quando em quando,  invadidos por semelhantes inimigos em números incríveis, desfolhados e destruídos, ou lhes são comidas as raízes pelas vespas, que moram na terra. Também, se acontece amadurecer bem a colheita, tem o fazendeiro que compartilhá-la com muitos intrusos. Bandos de macacos, papagaios e outras aves caem em cima das roças. Spix e Martius. Viagem pelo Brasil, vol.1 (com adaptações).

1)      Considerando a organização das idéias e aspectos lingüísticos do texto acima, julgue os itens 01 e 02.

a)      (       ) A flexão de masculino plural em “invadidos” (R.7) está de acordo com as regras gramaticais de concordância, estabelecida, na oração, com “As roças novas de mandioca e os canaviais” (R.5-6).

b)      (       ) A relação de sentido que o trecho “se acontece amadurecer bem a colheita” (R.10) estabelece com a oração que o segue é de condição, por isso, ao substituí-lo por  caso aconteça amadurecer bem a colheita, ficam preservadas a correção gramatical e a coerência textual.

2)      A respeito das relações de coesão entre trechos do texto, assinale a opção incorreta.

a)(      ) A  O pronome átono “lhe” (R.4) refere-se a “o mais promissor laranjal” (R.3).

b)(      ) A expressão “semelhantes inimigos” (R.7) refere-se a “vespas” (R.9).

c)(      ) O pronome átono, em “compartilhá-la” (R.11), refere-se a “colheita” (R.10).

d)(      ) O termo “intrusos” (R.11) inclui “macacos, papagaios e outras aves” (R.12).

PAS – PRIMEIRA ETAPA – 2007

3)      Com relação ao tema do quadrinho acima, julgue os itens a seguir.

a (       ) Infere-se da última fala do quadrinho que os insetos não lucrariam com a extinção da espécie humana.

b)(       ) Na última fala, um dos insetos expressa uma opinião e apresenta um problema por meio de indagação que dispensa resposta.

c)(       ) Com relação ao papel desempenhado por insetos e seres humanos no contexto representado no quadrinho, verifica-se que seus nichos ecológicos são semelhantes, ainda que esses organismos vivam em habitat diferentes.

d) (       ) Entre as possíveis soluções para a disposição de resíduos sólidos em áreas urbanas, a ilustrada no quadrinho é a que oferece maior grau de proteção para a integridade do solo e dos lençóis freáticos.  Caros Amigos, jul./2007.

4 – Na primeira fala do quadrinho, a supressão do termo “OS SÁBIOS” resultaria em estrutura sintática de

a)(      ) A sujeito oculto e em maior força argumentativa na fala da personagem.

b)(      ) oração sem sujeito e, conseqüentemente, na incoerência da frase.

c)(       ) sujeito indeterminado e na redução da força argumentativa da fala.

d) (      ) sujeito simples não-explícito e na falta de coesão da sentença.

5 – Com relação ao texto acima e ao tema nele abordado, julgue os itens seguintes.

1) (texto) À primeira vista, a vida na casa verde não parece tão complicada quanto se possa imaginar. Tudo funciona  sem renúncia às coisas boas do progresso. Lá tem televisão, DVD, geladeira, Internet, máquina de lavar roupa e água quente no chuveiro. Mas a energia e o aquecimento são solares.

a)(       ) No texto, é exemplo de coloquialismo o trecho “Lá tem televisão, DVD” (R. 22-23), que, na modalidade padrão da língua, equivale a: Nela, há televisão, DVD.

2)(texto)  Você acha possível viver sem produzir lixo algum? Pois existe uma família que vive assim. Essa família habita a casa mais verde do Brasil. A construção, projetada com materiais de demolição e recursos locais, esconde-se no meio de uma mata, cravada bem no alto do morro, com uma bela vista para a Praia da Fortaleza, em Ubatuba – SP.

b)(       ) Na expressão “a casa mais verde do Brasil” (R. 3), o adjetivo “verde” admite, no contexto, interpretação tanto denotativa quanto conotativa.

Fonologia  – Ortografia/Acentuação gráfica                                                                                   CESPE

1 – (CESPE) “Pádua era empregado em repartição dependente do Ministério da Guerra. Não ganhava muito, mas a mulher gastava pouco…”

(     ) A palavra “repartição” diz respeito a uma área administrativa especifica do “Ministério da Guerra”. Com esse mesmo sentido, o autor poderia  ter empregado a palavra cessão

2- (CESPE) “Em terceiro lugar, vêm os adúlteros. Só agora eles têm a possibilidade de receber ligações de seu parceiro secreto sem que membros da família, secretárias ou colegas mal intencionados possam interceptar o telefonema.”

(     ) Nas formas verbais “vêm” e “têm”, ambas na linha (01), foi aplicada a mesma regra de acentuação gráfica.

3 – (CESPE) – Sem texto:

(      ) As palavras “plástico”, “sintético”, séculos” recebem acento gráfico com base na mesma regra

4 – (CESPE) – Sem texto:

(   ) Os termos “freqüência”, “resistência”, “distensões” e “ósseos” recebem acento gráfico porque seguem a  mesma regra de acentuação.

6- (CESPE) – Sem texto:

(      ) Os vocábulos “minoritário” e  “experiência” seguem a mesma regra de acentuação gráfica.

Morfologia/Morfossintaxe                                                                                                           CESPE

1- (CESPE) “E não está sozinho. “A calvície atinge 50% da população masculina”, diz o dermatologista Ademir Carvalho  Leite Jr. Se tanta companhia não vale como consolo, a vantagem de ter muita gente sofrendo com o problema é que  isso estimula as pesquisas científicas. equipes estudando o uso de células-tronco para tratamento da calvície”, conta Leite Jr. Também já foi descoberto que são oito os pares de genes envolvidos no crescimento dos cabelos, segundo ele, o que abre possibilidades à pesquisa genética.”

(      ) O sentido do verbo “ter” (l.2) equivale semanticamente, no texto, ao sentido da forma verbal ‘Há’ (l.3).

2- (CESPE) “Todos os indivíduos têm o dever de participar da vida social, procurando exercer influência sobre as decisões de interesse comum. Esse dever tem, sobretudo, dois fundamentos: em primeiro lugar, a vida social, necessidade básica dos seres humanos, é uma constante troca de bens e de serviços, não havendo uma só pessoa que não receba alguma coisa de outras; em segundo lugar, se muitos ficarem em atitude passiva, deixando as decisões para outros, um pequeno grupo, mais atuante ou mais audacioso, acabará dominando, sem resistência e limitações.”

(    ) A inserção de que é imediatamente antes da palavra “necessidade” (l.3) alteraria as relações sintáticas do período, mas preservaria a coerência e a correção gramatical do texto.

3-  (CESPE) “Certamente, o hipertexto exige do seu usuário muito mais que a mera decodificação das palavras que flutuam sobre a realidade imediata.”

(       ) Seria mantida a correção gramatical caso o elemento do fosse inserido entre “mais” e “que”, na linha 1

4 – (CESPE) ”O real não é constituído por coisas”.

(      ) Tanto o emprego da preposição “por” (l.1) quanto, em lugar desta o da preposição de atendem às regras gramaticais, mas a preposição usada no texto realça a ideia de passividade na oração.

5 – (CESPE) ”O real não é constituído por coisas. Nossa experiência direta e imediata da realidade leva-nos a imaginar que o real é feito de coisas (sejam elas naturais ou humanas)…”

(        ) Preservam-se as relações de coerência e a correção gramatical do texto ao se inserir a preposição de logo depois da forma verbal “imaginar” (l.1), escrevendo-se: (…) imaginar de que o real (…).

6 – (CESPE) “…uma liberdade de escolha com que ele não contava em experiências anteriores de uso do álcool como combustível automotivo.”

(        ) A substituição de “com que” (l.1) por com a qual prejudica a correção gramatical do período.

7 – (CESPE) “A PETROBRAS tem presença relevante na sociedade argentina por meio de ações de responsabilidade social e ambiental, como o patrocínio e apoio a projetos sociais, culturais e esportivos. São algumas dessas ações: planos de ação nas comunidades, cujo objetivo é o trabalho conjunto da empresa com comunidades para o desenvolvimento de ações locais integradas; campanhas beneficentes; patrocínio do time do River Plate, entre outras.”Internet: <www.petrobras.com>.

(        ) A substituição de “cujo” por o qual mantém a correção gramatical do período.

8 – (CESPE) “E ela veio na quarta-feira 10, no palco do Teatro Plácido de Castro, em Rio Branco, na forma de uma portaria assinada pelo ministro da Justiça, Tarso Genro. Antes, porém, realizou-se uma sessão de julgamento da Comissão de Anistia, cujo resultado foi o reconhecimento, por unanimidade, da perseguição política sofrida por Chico Mendes no início dos anos 80 do século passado. A viúva do líder seringueiro, Izalmar Gadelha Mendes, vai receber uma pensão vitalícia de 3 mil reais mensais, além de indenização de 337,8 mil reais.”

(        ) Na linha 3, o vocábulo “cujo” estabelece relação sintáticosemântica entre os termos “resultado” e “Comissão de Anistia”.

9 – (CESPE) “Nessa época, já era um dos melhores nadadores dos EUA em sua faixa de idade. Seu técnico, Bob Bowman, previu que ele bateria recordes mundiais dali a 12 anos, nos Jogos Olímpicos de 2008.”

(        ) Em lugar da expressão “dali a 12 anos” (l.2), estaria igualmente correta a grafia dali há 12 anos.

10 – (CESPE) O Brasil não dispunha de uma lei que regulamentasse claramente os direitos e deveres das empresas, das escolas e dos estagiários.

(       ) Em “O Brasil não dispunha” (R.13), o verbo dispor está no presente.

CESPE                                                                                                                                     Período Simples

1 – (CESPE) “ O “caso Pedrinho” (o garoto seqüestrado de uma família de classe média, em uma maternidade em Brasília), por exemplo, poderia ter passado despercebido por todos.”

(       ) O  termo “Pedrinho” é o sujeito sintático de “poderia ter passado despercebido por todos.”

2 – (CESPE) “ Para alcançarmos o desenvolvimento sustentável é necessário o fortalecimento do capital social do país. É esse capital que ajuda a manter a coesão social, o que leva a uma sociedade mais aberta e democrática. Reflete também o grau de confiança existente entre os diversos atores sociais que formam as comunidades e a sua capacidade de estabelecer relações de cooperação e associação em torno dos interesses comuns…”

(       ) A forma verbal “Reflete” tem como sujeito elíptico “esse capital”.

3– (CESPE) “ Tenho uma pequena força, o suficiente para garantir o pão nosso de cada dia, e mesmo alguma manteiga, o que não é pouco, neste país em que muita gente morre de fome”

(       ) A expressão “ pequena força” é o sujeito de “o que não é pouco”.

4– (CESPE – TCE/AC/2006-M) “Quando os cientistas políticos ensinam que, nas democracias modernas, pode travar, aludem a uma forma de pacto social ou controle tácito que permite a governabilidade.”

(       ) A forma verbal “aludem” concorda com o sujeito da oração: “democracias modernas”.

(       ) A palavra “que”, nas duas ocorrências em que aparece no trecho, exerce a função sintática de sujeito.

4 -  (CESPE)“ A paixão futebolística apresenta características particulares. É quase sempre eterna e não é necessariamente sustentada por convenções sociais, mas por dependência a uma relação de apego, de proximidade, necessidade que une os amantes esportivos. Renegar ou esconder as nossas preferências esportivas são condutas aceitáveis, mas conviver com repentes agressivos que violam qualquer tipo de acordo social, não, pois são ações animalescas, que deveriam sofrer severa punição.

(       ) Os termos “sociais” e “ severa” exercem a mesma função sintática.

5 – (CESPE) Muitos pais querem saber que atitudes tomar quando o filho se desentende com amigos ou colegas, quando chega em casa com marcas de briga, quando tem o costume de dirigir palavrões aos outros etc. Nesses casos, vale mais desvalorizar o fato do que procurar saber quem tinha razão. Se houve briga, foi porque todos participaram, portanto ninguém pode estar certo. Se nos dedicarmos a ensinar aos mais novos, em família e na escola, que, para conviver, é preciso ter consideração com o outro, relevar e fazer concessões, eles aprenderão melhor a controlar seus impulsos em favor do equilíbrio da vida em grupo. Rosely Sayão. Brigas e desentendimentos.

(      ) Na linha 4, a conjunção “portanto” atribui à oração “ninguém pode estar certo” o sentido de causa.

(    ) Na linha 5 a expressão “em família e na escola”, juntamente com as vírgulas que a intercalam, poderia ser transposta, sem prejuízo da correção gramatical e sem alteração do sentido original, para as seguintes posições dentro do período: ou imediatamente após a palavra “dedicarmos”, ou imediatamente após a palavra “ensinar”.

6 – (CESPE) – Sem texto:

(       ) Na oração “Há vinte meses que o Decreto foi revogado”, a forma verbal “Há” poderia ser corretamente substituída por Faziam.

(        ) Na oração “Segue anexa a nota editorial”, foi atendida regra de concordância nominal, visto que o adjetivo “anexa” está no feminino para concordar com a expressão no feminino “a nota editorial”, que exerce a função de sujeito da oração.

7 –(CESPE) “Partes diferentes de seu cérebro processaram à sua maneira a informação visual captada pelos olhos. Uma delas, o lobo temporal, registrou aquela luz pálida emanada de um disco que parecia flutuar

no espaço como uma experiência sublime, inexplicável, superior, poderosa, acachapante, religiosa.”

a) (       ) No trecho “Uma delas, o lobo temporal, registrou aquela luz pálida” , a expressão “lobo temporal” exerce a função sintática de vocativo.

CESPE                                                                                                                                          Período Composto

1 – (CESPE) “ Quando a dor chega, é hora de parar. O repouso é fundamental, mas em casos mais graves pode haver necessidade de imobilização e fisioterapia.”

(       ) O trecho “mas (…) fisioterapia” denota ideia de conclusão relativa à oração anterior.

2 – (CESPE) “Milhares de pessoas, no entanto, são induzidas a pensar que fazer uma lipoaspiração é tão simples quanto ir ao cabeleireiro…”

(     ) No treco “Milhares de pessoas, no entanto, são induzidas a pensar (…) ao cabeleireiro” o conector “no entanto” poderia ser substituído pela expressão por conseguinte, sem prejuízo do sentido e da correção gramatical do período.

3 – (CESPE) Lévi Strauss havia defendido a tese de que o espaço urbano revela as estruturas lógicas latentes de um povo. Haveria, pois, uma razão inscrita no modo de dispor as casas de uma aldeia ou de uma cidade.

(        ) No segundo período, o conector “pois” equivale a portanto.

4 – (CESPE) Lévi Strauss havia defendido a tese de que o espaço urbano revela as estruturas lógicas latentes de um povo. Haveria, pois, uma razão inscrita no modo de dispor as casas de uma aldeia ou de uma cidade. Essa razão não é conscientizada pelos habitantes da aldeia, mas pode ser descoberta pelo cientista social que se ocupa do estudo da cultura específica e de suas formas de organização social e espacial”

(       ) Verifica-se a relação de oposição entre as duas primeiras orações que compõem o terceiro período.

5 – (CESPE) “Da última vez que visitei minha mãe, conversei com ela naturalmente, sem nenhum esforço, pela primeira vez em muitos anos. Minha alma perdoou, resolveu o assunto. Começo a achar ser este o processo ideal e maravilhoso que procuro para comer menos.

(        ) No trecho “Minha alma perdoou, resolveu o assunto”, a vírgula foi empregada para separar orações coordenadas.

6 – (CESPE) “Jamais houve tanta liberdade e o crescimento das democracias foi extraordinário.  Entre elas já não há guerras. Nos conflitos recentes, pelo menos um lado é ditatorial. Antes da Revolução Industrial, um operário só possuía a roupa do corpo. Sua maior riqueza eram os pregos de  sua casa. Educação, cultura e lazer chegaram também aos pobres.”

(       ) As relações entre os argumentos do texto mostram que a oração iniciada por “Nos conflitos” (l.2) fornece uma justificativa, uma razão para o que se afirma na oração anterior; por isso, seria correto e coerente ligá-las em um só período pela conjunção pois, do seguinte modo: Entre elas já não há guerras, pois, nos conflitos recentes, pelo menos um lado é ditatorial.

7 – (CESPE) “Fala-se muito, hoje em dia, sobre ética. Ética na política, ética no esporte, ética nas profissões, ética nas relações sociais. Fala-se tanto, a ponto de se banalizarem seus conceitos…”

(    ) Em “Fala-se tanto, a ponto de se banalizarem seus conceitos”, há duas orações ligadas pelo processo de subordinação.

8 – (CESPE) “ O aumento da cooperação com órgãos internacionais de salvaguarda se evidenciou no número de relatores especiais das Nações Unidas que realizaram visitas ao Brasil nos últimos anos.”

(       ) Após a expressão “Nações Unidas”, há uma oração de natureza restritiva.

9- (CESPE)Para aumentar o volume de doações e transplantes de órgãos no país, o ministro da Saúde lançou a Campanha Nacional de Incentivo à Doação de Órgãos. “Tempo é Vida” é o bordão da campanha, que expressa o apelo daqueles que estão à espera de um transplante. O tempo é a questão mais preciosa do ponto de vista de quem espera por um órgão.”

(       ) A primeira oração do texto estabelece com a segunda uma relação de tempo.

( ) A vírgula logo após “campanha” (l.3) é empregada para isolar a oração subordinada adjetiva explicativa subseqüente.

10 – (CESPE)De acordo com a diretora-geral da OPAS, a estratégia diferenciada adotada pelo Brasil deve servir como modelo para diversas nações do mundo que ainda não fizeram campanha contra rubéola voltada para adolescentes e adultos, tais como a Rússia, a Índia e a China.”

(       ) No trecho “que ainda não fizeram campanha”, o conectivo “que” não está antecedido por vírgula porque introduz oração subordinada adjetiva restritiva.

11 – (CESPE) “ A boa nova é que a ciência está se movendo para tornar, de fato, a lipoaspiração um método tão invasivo quanto cortar cabelo…”

(      ) A preposição “para” pode ser substituída por a fim de, sem que haja prejuízo sintático-semântico ao trecho.

Concordância verbal e nominal                                                                                                   CESPE

1 – (CESPE – SERPRO/2008) “Todos os Estados promoverão a cooperação internacional com o objetivo de garantir que os resultados do progresso científico e tecnológico sejam usados para o fortalecimento da paz e da segurança internacionais, a liberdade e a independência, assim como para atingir o desenvolvimento econômico e social dos povos e tornar efetivos os direitos e liberdades humanas de acordo com a Carta das Nações Unidas.”

(        ) Na linha 3, justifica-se a flexão de plural em “internacionais” pela concordância desse adjetivo tanto com “paz” quanto com “segurança”; se a flexão fosse de singular, as regras gramaticais seriam atendidas, mas a clareza do documento seria prejudicada.

2 – (CESPE-SEPLAG-Professor-2008) “VII Dialogar sobre dificuldades (investigação) apresentadas”

(       ) Em VII, o substantivo entre parênteses, por estar ligado, pelo sentido, à palavra “dificuldades”, deveria ter sido flexionado no plural, para que fosse estabelecida a concordância nominal no trecho.

(adaptação)

3 – (CESPE-PETROBRÁS)A linha de lubrificantes Lubrax possui reconhecimento no mercado por sua alta qualidade e tecnologia. Começou a ser exportada para o mercado argentino em 1996. Em 2002,passou a ser produzida na fábrica de Avellaneda, região metropolitana de Buenos Aires. Internet: <www.petrobras.com> (com adaptações).

Com relação ao fragmento de texto acima, julgue os itens.

(       )  A forma verbal “Começou” está no singular porque concorda com “A linha” .

(       ) As palavras “exportada” e “produzida”estão no gênero feminino porque concordam com “A linha”.

4 – (CESPE – CECAD/TO/2008) “De acordo com a presidente do sindicato, Lucicleide do Espírito Santo Moraes, apesar de desenvolver atividades essenciais nas áreas civil e criminal, o papiloscopista  não é um profissional reconhecido pela população.”

(       ) Haveria erro de concordância nominal caso se substituísse a expressão “nas áreas civil e criminal”  por na área civil e na criminal.

5 – (CESPE – SEPRAG/2008-S) Os adolescentes têm demonstrado muito interesse pela leitura de textos literários e isso tem influído no seu comportamento: estão menos agressivos, mais calmos e concentrados.

(       ) Na linha 2, a forma verbal “tem” está no singular porque concorda com o pronome demonstrativo “isso”.

(       )  A forma verbal “têm” (l.1) está no plural porque concorda com “textos literários” (l.1)

6 – (CESPE – SEPLAG/SEDS/MG/2008)  “O convênio define, ainda, que as condutas de advogados dentro dos presídios consideradas irregulares serão comunicadas à presidência da OAB/MG.”

(       ) A forma verbal “serão” (l.2) está no plural porque concorda com “condutas de advogados dentro dos presídios consideradas irregulares” (l.2).

7 – (CESPE – HEMOBRAS-2008) “Hoje, trata-se de um trabalho público, coletivo, realizado em locais oficialmente reconhecidos como produtores de ciência — as instituições científicas.

(        ) A flexão de singular em “trata-se” (l.1) deve-se à concordância com “trabalho público”.

8 – (CESPE – MPOG/2008-S) “Não é o tamanho, em termos de número de habitantes ou da área espacial ocupada,que conta; conta sua funcionalidade em termos das manipulações financeiras, que caracterizam a era da  globalização.”

(        ) A presença da conjunção “ou”, na linha 1, permite que a concordância do verbo contar, na primeira ocorrência na linha 11, seja feita no singular — “conta” — ou no plural — contam.

Regência                                                                                                                                           CESPE

1 – (CESPE –ABIN/OF/2008-S) “…assim que nossas crianças começam a falar, ensinamo-lhes seu nome, o nome de sues pais e sua idade.”

(       ) A substituição de “ensinamo-lhes” por  ensinamos a elas preservaria a correção gramatical do texto quanto as relações semânticas expressas no trecho em questão.

2 – (CESPE –ABIN AG./2008-M) “ A análise dos assuntos relativos ao Oriente Médio pelos órgãos de inteligência faz parte do esforço em acompanhar o fenômeno do terrorismo internacional.”

(       ) Se a preposição “em” for substituída pela preposição para, prejudicaria a correção gramatical do período.

3 – (CESPE –ABIN AG./2008-M) “ A diretora geral  da OPAS, com sede em Washington – EUA, Mirta Roses Periago, elogiou a iniciativa de estados e municípios brasileiros de levar a vacina contra a rubéola aos locais de maior fluxo de pessoas, especialmente homens, como forma de garantir a maior cobertura vacinal possível.”

(        ) Na linha 3, o emprego de preposição em “aos locais”, justifica-se pela regência de “vacina.

4 – (CESPE – STF-S) “Em virtude disso, dessa discussão sobre a filosofia e o social surgem dois momentos importantes…”

(        ) O emprego de “em virtude disso” mostra que, imediatamente antes do termo “o social” está subtendida a preposição de, que, se fosse explicitada, teria de ser empregada sob a forma do.

Crase                                                                                                                                               CESPE

1 – (CESPE – ANATEL) “Tendo necessidade de viver com os semelhantes, cada indivíduo deve ter assegurado o seu direito de influir no estabelecimento das regras de convivência. Dalmo de Abreu Dallari. O que é participação política, p. 33-8 (com adaptações).

(       ) Preservam-se a correção gramatical e a coerência do texto ao se usar direito à influir em lugar de “direito de influir” (l.2).

2 – (CESPE – ANATEL) “Isto porque a satisfação das primeiras necessidades, a própria ação de satisfazê-las e a conquista dos instrumentos necessários para tanto conduzem a novas necessidades, cuja satisfação eles terão de buscar.”

(        ) Preservam-se a correção gramatical do texto e as relações entre os argumentos ao se inserir o sinal indicativo de crase em “a novas” (l.2), escrevendo-se à novas.

3 – (CESPE – AUGE/MG) “Nas interrelações pessoais, é inconteste que cada um dá sua própria versão dos fatos e da vida, segundo suas particulares experiências e com base na formação  que tenha acumulado ao longo de sua existência. Cada indivíduo, assim, é um ser único, que vislumbra as ocorrências à sua volta e dá tratamento específico às  informações e ao conhecimento que tenha condições de absorver.”

(       ) O uso do sinal indicativo de crase em “à sua volta” (l.4) e “às informações” (l.4) indica que tais expressões são dois complementos do predicado iniciado pelo verbo vislumbrar.

4 – (CESPE –ABIN/OF/2008-S)“…assistimos à dissolução dos discursos homogeneizantes e totalizantes da ciência e da cultura”

(        ) O emprego do sinal indicativo de crase em “à dissolução” deve-se à dupla possibilidade de relações sintático-semânticas para o verbo assistir.

5 – (CESPE –ABIN,/AG./2008-M) “,Isso se deve à sua própria lógica de disseminação transnacional que busca continuamente novas áreas de atuação e, também, às vantagens específicas que cada país pode oferecer a membros de organizações extremistas.”

(       ) Em “ `as vantagens”, o sinal indicativo de crase justifica-se pela regência de “deve” e pela presença de artigo definido feminino plural.

PAS  –  PRIMEIRA ETAPA – 2008

Texto para os itens 1,2

Como acontece em todos os climas, aqui também não faltam influências desfavoráveis, que prejudicam as plantações. Às vezes, vê-se o mais promissor laranjal morrer, atacado pelas formigas ruivas, que lhe corroem a casca, ou paquinhas que roem as raízes. As roças novas  de mandioca e os canaviais são, de quando em quando,  invadidos por semelhantes inimigos em números incríveis, desfolhados e destruídos, ou lhes são comidas as raízes pelas vespas, que moram na terra. Também, se acontece amadurecer bem a colheita, tem o fazendeiro que compartilhá-la com muitos intrusos. Bandos de macacos, papagaios e outras aves caem em cima das roças. Spix e Martius. Viagem pelo Brasil, vol.1 (com adaptações).

1)      Considerando a organização das idéias e aspectos lingüísticos do texto acima, julgue os itens 01 e 02.

a)      (       ) A flexão de masculino plural em “invadidos” (R.7) está de acordo com as regras gramaticais de concordância, estabelecida, na oração, com “As roças novas de mandioca e os canaviais” (R.5-6).

b)      (       ) A relação de sentido que o trecho “se acontece amadurecer bem a colheita” (R.10) estabelece com a oração que o segue é de condição, por isso, ao substituí-lo por  caso aconteça amadurecer bem a colheita, ficam preservadas a correção gramatical e a coerência textual.

2)      A respeito das relações de coesão entre trechos do texto, assinale a opção incorreta.

a)(      ) A  O pronome átono “lhe” (R.4) refere-se a “o mais promissor laranjal” (R.3).

b)(      ) A expressão “semelhantes inimigos” (R.7) refere-se a “vespas” (R.9).

c)(      ) O pronome átono, em “compartilhá-la” (R.11), refere-se a “colheita” (R.10).

d)(      ) O termo “intrusos” (R.11) inclui “macacos, papagaios e outras aves” (R.12).

PAS – PRIMEIRA ETAPA – 2007

3)      Com relação ao tema do quadrinho acima, julgue os itens a seguir.

a (       ) Infere-se da última fala do quadrinho que os insetos não lucrariam com a extinção da espécie humana.

b)(       ) Na última fala, um dos insetos expressa uma opinião e apresenta um problema por meio de indagação que dispensa resposta.

c)(       ) Com relação ao papel desempenhado por insetos e seres humanos no contexto representado no quadrinho, verifica-se que seus nichos ecológicos são semelhantes, ainda que esses organismos vivam em habitat diferentes.

d) (      ) Entre as possíveis soluções para a disposição de resíduos sólidos em áreas urbanas, a ilustrada no quadrinho é a que oferece maior grau de proteção para a integridade do solo e dos lençóis freáticos.  Caros Amigos, jul./2007.

4 – Na primeira fala do quadrinho, a supressão do termo “OS SÁBIOS” resultaria em estrutura sintática de

a) (      ) A sujeito oculto e em maior força argumentativa na fala da personagem.

b) (      ) oração sem sujeito e, conseqüentemente, na incoerência da frase.

c) (      ) sujeito indeterminado e na redução da força argumentativa da fala.

d) (      ) sujeito simples não-explícito e na falta de coesão da sentença.

5 – Com relação ao texto acima e ao tema nele abordado, julgue os itens seguintes.

1) (texto) À primeira vista, a vida na casa verde não parece tão complicada quanto se possa imaginar. Tudo funciona  sem renúncia às coisas boas do progresso. Lá tem televisão, DVD, geladeira, Internet, máquina de lavar roupa e água quente no chuveiro. Mas a energia e o aquecimento são solares.

a)(       ) No texto, é exemplo de coloquialismo o trecho “Lá tem televisão, DVD” (R. 22-23), que, na modalidade padrão da língua, equivale a: Nela, há televisão, DVD.

2)(texto)  Você acha possível viver sem produzir lixo algum? Pois existe uma família que vive assim. Essa família habita a casa mais verde do Brasil. A construção, projetada com materiais de demolição e recursos locais, esconde-se no meio de uma mata, cravada bem no alto do morro, com uma bela vista para a Praia da Fortaleza, em Ubatuba – SP.

b)(       ) Na expressão “a casa mais verde do Brasil” (R. 3), o adjetivo “verde” admite, no contexto, interpretação tanto denotativa quanto conotativa.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.